Cerimônia da 50ª Festa da Cerejeira celebra Tombamento e revitalização de Parque

22/07/2018

Em 22 de julho de 2018, o Recanto de Repouso Sakura Home celebrou em grande estilo a abertura da 50ª Festa da Cerejeira. A edição comemorativa que contou com a participação de diversas autoridades ficou marcada pela cerimônia de revitalização do Parque das Cerejeiras e pelo tombamento do evento como Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial de Campos do Jordão.

Estiveram presentes na cerimônia: Frederico Guidoni Scaranello, Prefeito de Campos do Jordão, Benilson Antonio Toniolo de Oliveira, Secretário da Cultura de Campos do Jordão, Luiz Filipe Costa Cintra, Presidente da Câmara de Campos do Jordão e autor do Decreto de Tombamento, Norio Sugimoto, Diretor-Executivo da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo) e Yuso Tsuji, Presidente da Comissão de Administração do Recanto de Repouso Sakura Home.

O Prefeito, o Secretário da Cultura, o Presidente da Câmara e o Historiador Responsável – IPHAC (Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico, Ambiental e Cultural), Prof. Maurício de Souza Lino assinaram o Decreto de Tombamento que instituiu a Festa como Patrimônio Imaterial de Campos do Jordão.

Com o Tombamento, a Prefeitura reconhece a importância histórica da Festa da Cerejeira buscando preservá-la para a posteridade.  No Decreto, as autoridades descrevem o evento anual como “um símbolo da dedicação, do trabalho e da contribuição da comunidade nipo-brasileira para o desenvolvimento socioeconômico, cultural e turístico de Campos do Jordão”.

A Festa da Cerejeira em Flor iniciou em 1968 na Chácara Cogumelândia, na Vila Jaguaribe, no município de Campos do Jordão, para marcar o princípio das floradas da típica árvore japonesa. Com o passar dos anos, seu crescimento fez com que os organizadores a transferisse para o Parque das Cerejeiras. Atualmente, o evento faz parte do calendário municipal e além de atrair turistas de todas as regiões do Brasil, angaria fundos para a manutenção das atividades do Recanto de Repouso Sakura Home.

Junto ao acontecimento, os organizadores celebraram também a inauguração da revitalização do Parque das Cerejeiras. O projeto elaborado pelo agrônomos Jorge Hiroshi Miyoshi e Atsuo Suzuki, profissional voluntário, contou com o auxílio da paisagista Cristina Caboclo e de uma grande equipe que reorganizou as plantas e mudas, demarcou caminhos, reconstruiu o espelho d’água, recuperou as cerejeiras e construiu uma ponte com cascata.

Em todos os dias de evento, que este ano ocorreu em 21, 22, 28 e 29 de julho e 4, 5, 11 e 12 de agosto, os visitantes assistiram a diversas atrações e desfrutaram da venda dos mais variados produtos de artesanatos e malharias expostos por bazaristas.

Recanto de Repouso Sakura Home

Localizado na cidade turística de Campos do Jordão, considerada Suíça brasileira, o Recanto de Repouso Sakura Home tornou-se uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) a partir de 2000 onde funcionava desde 1937, o Sanatório São Francisco Xavier para tratamento de tuberculose, problema muito sério entre os imigrantes japoneses na época. Com o advento do sistema avançado de tratamento da tuberculose, que dispensava internação, a Beneficência optou por transformar o espaço em Casa de Repouso para idosos, após realização de adaptações necessárias para seu funcionamento.

Aliado ao ar puro, acomodações confortáveis, amplo jardim sempre florido, assistência e atividades planejadas pela equipe multidisciplinar, o Recanto foi conquistando a simpatia e interesse dos idosos e seus familiares.

Em março de 2012, o Sakura Home firmou convênio com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social de Campos do Jordão com repasse da verba estadual e federal para executar um projeto de Centro de Convivência do Idoso para 60 pessoas independentes nas atividades rotineiras e socialmente vulneráveis, com frequência de duas vezes por semana.

Os usuários do Centro de Convivência são encaminhados pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).


Compartilhe: